MECANISMOS DE HIPOXEMIA - DIFUSÃO

foto 1.png

Hoje vamos falar da difusão, que é parte importante do processo da trocas de gases na respiração,  garantindo uma oxigenação e ventilação adequada.

 

O que seria difusão?

 

- A difusão é regida pela Lei de Fick, onde a quantidade de gás que transpõem a barreira é proporcional a sua área com uma constante de difusão, além da necessidade da diferença de pressãos dos gases e inversamente proporcional a sua espessura da área de troca.

 

 

Explicando:

2.png

 Na imagem acima vemos um exemplo de barreira e temos o O2 e o CO2, onde ambos estão representados com movimentação para o mesmo lado, mas sabemos que na vida real eles tem direções diferentes devido sua concentrações nos alvéolos e no sangue. Quando respiramos captamos oxigênio e liberamos gás carbônico, com isso nutrimos nossas células e ao chegar sangue venoso no pulmão, ele estará com mais gás carbônico do que oxigênio.

 

 Então no sangue venoso teremos um  valor de CO2 de 45 mmHg e de oxigênio de 40 mmHg e em nossos alvéolos teremos o valor de Co2 40 mmHg e oxigênio 100 mmHg. Com isso o CO2 do sangue está maior e se difunde para o alvéolo e o oxigênio do alvéolo que está de 100 mmHg se difunde para o sangue. Com isso resolvemos a primeira parte do problema (Os gases precisam ter concentrações diferentes entre os lados para ocorrer a troca gasosa).

 

 O segundo ponto é a área de troca, onde vemos uma barreira na foto. Vamos imaginar que essa barreira se diminua para a metade, com isso teremos uma área de troca menor. Então como exemplo vamos pensar que se a barreira total estava realizando 100% das trocas, ao diminuir pela metade teremos 50% de troca. Ao transportar isso para um pulmão, se estamos com troca adequada em um pulmão saudável e este pulmão adquire uma pneumonia em lobo superior direito, logo temos uma área de troca menor, passando menos gases pela barreira levando o paciente a ter hipoxêmia (com isso resolvemos a segunda parte do problema que é a troca ser proporcional a sua área).

 

 O terceiro ponto é a espessura da barreira onde na imagem vemos uma espessura X. Se isso ficar mais fino o gás passa mais fácil, porém se ficar mais espesso os gases têm maior dificuldade para passar. Ou seja, se algo atrapalhar essa passagem a hipoxemia ocorre. 

 

 E o que poderia dificultar?

- Fibrose pulmonar que leva a formação de tecido fibrótico entre o alvéolo e o capilar (barreira hemato-gasosa)

- Edema agudo pulmonar em fase inicial, quando ainda não ocorreu extravasamento alveolar e sim na barreira hemato-gasosa.

 

(Resolvemos o terceiro problema que era inversamente a sua espessura).

 

 Então temos a resposta: A Lei de Fick diz que para ocorrer difusão precisamos ter diferença na pressão de gases entre os lados, a troca é proporcional ao tamanho da área de troca e inversamente proporcional a sua espessura.

John B. West: Fisiologia Respiratória Moderna, 5ª ed - Ed. Manole, 1996, São Paulo-SP
Arthur Guyton: Tratado de Fisiologia Humana, 10ª ed, Guanabara- Koogan, 2002, Rio de Janeiro - RJ